Loading...

O planejamento da escrita


Rio de janeiro, 03 de Abril de 2020

O planejamento da escrita.


          Se a ideia de escrever e publicar um livro agrada a muita gente, é preciso lembrar que não se trata de uma tarefa simples, principalmente se você quiser levar tudo isso a sério. Se você tem algum conhecimento literário e força de vontade, isto é um bom começo, porém, não é o suficiente. Trabalhar de forma improvisada geralmente não traz bons resultados para ninguém e no caso do escritor não é diferente. Pior, é a sensação de não saber por onde começar...
          Por isso mesmo é fundamental antes de começar a colocar as suas ideias no papel que você faça um planejamento da escrita. Então, caneta e caderno para anotações e vamos começar:

  1. O Tema – Antes de mais nada, o básico, mas também o mais importe: Sobre o que você quer escrever? Aqui cabe uma ressalva fundamental para o sucesso do seu livro. Escreva sobre algo que você gosta muito. Nada de se deixar levar pelo que está na moda ou pode ser mais rentável na hora de vender seus livros. Acredite, não vai dar certo se você pensar desta forma, pois, o produto final não será de boa qualidade e você ficará profundamente insatisfeito.
  2. Estabeleça seus objetivos e prazos - Já falamos aqui no site que o escritor deve-se sentir como um empreendedor e, como tal, precisa deixar bem claro seus objetivos, onde quer chegar, e prazos, quando quer chegar. Sem isso bem definido, o escritor se perde diante de tantas distrações que o mundo nos oferece hoje e seu projeto perde o rumo.


  1. Defina um local e horário para escrever – Falamos no item anterior sobre distrações, o maior vilão para o escritor. Portanto, defina o melhor lugar onde você possa fugir das interrupções de qualquer tipo, inclusive, desligue o celular e a livre-se da internet, caso você não precise fazer alguma pesquisa. Se quiser ouvir uma playlist apropriada para o momento, não há qualquer problema.



Escolha o melhor horário para buscar a sua maior criatividade com a menor possibilidade de interrupção. Outra dica fundamental: escreva todos os dias. O ritmo da escrita é fundamental para as ideias fluírem com naturalidade.

  1. Encontre um revisor – Revisar é mais importante do que escrever, portanto, não se importe muito com as primeiras palavras que você está escrevendo, foque no ritmo da escrita. Lembre-se, você terá tempo de sobra para avaliações mais profundas sobre o que foi escrito. Embora você deva fazer suas revisões e avaliar possíveis erros ortográficos ou sintaxe, é recomendável que você contrate um revisor profissional que possa lhe ajudar a enriquecer sua obra literária. É sempre muito bom poder dialogar com outra pessoa sobre o que você escreveu, pois, muitas vezes estamos tão mergulhados em nossas histórias que não percebemos erros sutis que podem prejudicar o entendimento do leitor.

Agora que você escreveu e revisou o seu livro falta cuidar da formatação e divulgação do mesmo. Porém, isso é outra história que abordaremos em breve.

Vitor Ribeiro
Escritor nas horas vagas ou não.
Escreva-se todo mundo tem uma história para contar.

 

Produtos em promoção. Clique e confira!

Para aprimorar ainda mais a sua escrita, você pode encontrar vários acessórios em promoção aqui nesta loja!