Loading...

Como criar um personagem?


Rio de janeiro, 01 de Abril de 2020

Como criar um personagem?


          Me sento num bar a beber um drink enquanto espero por alguém que não sei se virá. Mas isso não tem importância.
Vejo um homem sentado sozinho e minha atenção imediatamente fica presa a ele. Não é um interesse sexual, mas bem poderia ser… Ele é alto, magro, muito bem vestido, seus movimentos são elegantes, ele exala importância e superioridade. Talvez seja um empresário, um advogado, talvez um político, ou quem sabe, um técnico de futebol de algum time importante.
          Ele vira para mim, como se sentisse que é observado, seu olhar encontra o meu. Eu deveria desviar os meus olhos, não quero que pense que estou interessada — embora esteja. Ele já tem toda a minha atenção. O encaro por uns segundos e faço a leitura da sua personalidade. É um predador. Me enxergou como uma possível presa e já está tramando como poderia fazer para chegar até mim. 
Após um sorriso torto, aquele universalmente conhecido como sorriso de cafajeste, percebo que seu corpo ensaia um movimento.

Em instantes se levantará e caminhará de forma determinada e sensual em minha direção. Começo rapidamente a pensar em alguma desculpa. Certamente, o fato de o encarar, o fez pensar que eu estava efetivamente interessada. Já disse que estava, mas não da forma como ele supunha.




          Nosso contato visual é interrompido quando uma bela mulher entra no bar e caminha até ele. Passos delicados, porém, decididos. Ela abaixa a cabeça para beijá-lo, enquanto toca suavemente o seu ombro com a mão direita. Seus longos cabelos sedosos, negros, aparentemente macios e bem cuidados caem, formando uma cortina que me impede de continuar a observar o rosto do meu estranho.
Imediatamente começo a pensar se eles são casados ou apenas namorados, e, se ele é fiel... Será que ela tem um amante? Será que ela é a amante? O que será que eles vão fazer ao saírem do bar? 
          Essas e outras perguntas invadem a minha mente, eu pego o meu caderninho e começo a escrever.
          O processo de inspiração de um escritor pode acontecer de muitas maneiras. Dificilmente alguém irá sentar para escrever e lhe virá à mente uma personagem pronta, com todas as suas manias, trejeitos, características físicas. Toda história começa em algum lugar e a inspiração pode vir de formas variadas. Por vezes me perguntei, mais como leitora do que como escritora, se cada personagem não existe ou já existiu de verdade em algum canto, de algum jeito, nem que fosse apenas no imaginário de alguém. Um pensamento infantil, obviamente, oriundo do senso de profundidade e realidade que cada escritor anseia dar às suas personagens. Para cativar o leitor, é necessário que seja real. Que pareça real. Que faça se identificar e sentir algo, seja uma atração, afeição, ou apenas afinidade com a pessoa do texto.
E você? O que te inspira? O que te move a escrever? Como cria suas personagens e as suas histórias?

 

Cristina Alves 
cristinalves2604@gmail.com
www.meninadoscontoseroticos.com.br/

Produtos em promoção. Clique e confira!

Existem milhões de livros super em conta que você pode ler, se inspirar, viajar... Aqui neste link tem um monte em promoção!