Loading...

André Cunha - Dois anos de Escreva-se


Rio de janeiro, 25 de Abril de 2022

André Cunha - Em comemoração aos 02 anos do ESCREVA-SE

Considero escrever um ato extremamente íntimo, como ir ao banheiro ou rezar. Gosto de fazer um brainstorm de noite tomando um drink e anotar ideias e começos de parágrafos que podem ser desenvolvidos. Na manhã seguinte, boto a mão na massa. Considero duas laudas por dia uma boa média. Meu último livro, COLISÃO FRONTAL, que saiu pelo Grupo Editorial Caravana, foi escrito num momento difícil: isolamento social, pandemia, radicalismo político, falta de grana. Toda essa frustração de certa forma se reflete no texto, que é um tipo de desabafo literário. Eu via um monte de bobagens sobre cancelar palavras e esterilizar o vocabulário, e escrevê-lo foi uma forma de ironizar tudo isso, soltar os cachorros, exorcizar, enfim, quase um processo terapêutico. Apesar de ser sobre o ódio, a história é uma comédia, daquelas bem escrachadas. Espero que os leitores leiam com a mente aberta e se divirtam!